quinta-feira, 26 de junho de 2014

Cuidado com o que você deseja (Renata Lima)


Desejos tendem a nunca serem muito específicos, mas e se em determinada hora do dia toda uma comunidade fizesse um pedido individual que de repente fosse atendido e quando eles acordassem no dia seguinte tudo, ou quase tudo (e todos), estivesse diferente? Essa é a premissa de "Um Mundo Perfeito" do autor nacional Leonardo Brum, publicado pela Novo Século, já em sua segunda edição.

Nossa Avaliação - 7.0
O livro começa quando um funcionário da Central Foods, Ismael, vai fazer uma entrega em Pedra-Luz (que, se eu não me engano, também aparece no livro "O Senhor da Chuva" do André Vianco) e ao chegar não encontra ninguém. Todos os moradores parecem ter desaparecido da noite para o dia, sem levar nada, nem roupas, nem documentos. Agora, a cidade fantasma de Pedra-Luz tem um único habitante vivo: um enorme pássaro negro que ataca todos os que ousam colocar os pés na cidade.

Aos poucos o autor nos leva de volta ao tempo para explicar o que aconteceu na cidade, destacando cada um dos moradores que virão a ser importantes para a história no futuro, alternando com capítulos da época atual, onde também há uma luta sendo travada que será fundamental, ou não, para definir o destino dos personagens.

Conhecemos não só os personagens, que são muitos, mas há um certo destaque para a professora Clarice e posteriormente destaco Ismael e Zita, dois personagens que são  esquecidos no final e acabam sem um desfecho satisfatório que explique o papel deles no livro, mas também a História da ilha, de seu ilustre fundador e do tal diamante azul que será tão importante no desenrolar do livro.

Capa da 2a edição
A história é interessante e prende por vários motivos, mas acho que falha em cativar o leitor a torcer pelos personagens. A gente torce mesmo é para o livro acabar e trazer explicação para tudo, o que infelizmente não acontece. Há também um pequeno erro de continuidade quase no final do livro, que diz que a pessoa deixou o diamante em um lugar e depois diz que o diamante está com ela, mas não é esse o maior problema, então pode até passar batido.

Na verdade, meu único problema com o livro foi o final. Eu fiquei esperando que algo mais fosse complementado, senti que algumas pontas ficaram soltas, sem muita explicação, principalmente sobre as experiências da personagem principal. (Não posso falar mais para não dar spoiler!).

Para quem gosta de suspense, o livro é bom, mas não é excelente. Por fim cabe uma reflexão da melhor frase do livro, na minha opinião.
"Não existe o mundo perfeito, porque ninguém é e nem pode almejar ser perfeito. Todo mundo é igual porque todo mundo tem defeitos e qualidades, e agora o que eu mais queria era voltar a ser como antes." p. 198

2 comentários:

  1. Opa, gosto de suspense... Vai para a listona de leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é um espetáculo, mas o livro é bom, Line!
      Bjs

      Excluir