sexta-feira, 14 de março de 2014

Grata surpresa (Kelly Santos)



Então... eu já havia jogado pedra, falado mal, sido uma cretina, pra ser bem sincera, com relação a dita "modinha" dos livros YA, mas tenho realmente que dar o braço a torcer nesse caso, pois "Easy" foi uma ótima leitura, envolvente e agradável. Mas, vamos à história.

Nossa Avaliação - 8.5
Jaqueline é uma jovem que abriu mão do sonho de estudar música para seguir o namorado na universidade que ele escolheu. Mas pouco tempo depois, morando longe da família e fazendo um curso com o qual não se identifica, leva um fora de Kennedy e se vê perdendo os amigos que faziam parte do círculo de amizades de seu ex. 

Ela fica tão mal com a situação que acaba se prejudicando também nos estudos, perdendo aulas e uma prova importante. Para substituir o exame perdido, seu professor exige um trabalho extra e indica um tutor para auxiliá-la no projeto e é então que ela começa a trocar mensagens com Landon, um tutor que se mostra muito prestativo e inteligente, despertando a curiosidade e o interesse de Jaqueline.

Porém, para completar a má fase, ela tem que lidar com o trauma e o medo que a perturbam após um ataque que sofre de um colega embriagado ao sair de uma festa, ataque interrompido graças a um desconhecido. O misterioso que a salva é Lucas, seu colega de sala, e a partir de então ela passa a encontrá-lo com uma frequência que antes não havia reparado. 

Como se tudo isso não bastasse, a jovem se vê as voltas com o ex demonstrando querer reatar o namoro, o tutor Landon mandando mensagens com um tom de flerte e o atraente e cheio de segredos Lucas dando sinais de interesse por ela.

Eu achei a historia inteligente, com alguns clichês é logico, mas diferente dos títulos do mesmo gênero que tenho lido. A principal diferença é, sem dúvida, o mocinho porque ele não tem aquela coisa toda de macho alfa, dominante e possessivo tipo Travis Maddox de "Belo Desastre" e "Desastre Iminente". Ele não é bad boy nem nada do tipo, pelo contrario! É sensível, super inteligente e atencioso, mas mantém as características másculas do macho alfa,como tatuagens e o gosto por rock, mas não é o que predomina nele. Ele me lembra um pouco outro personagem que amo de paixão que é o Andrew de "Entre o Agora e o Nunca"

Acho que vale a pena dar uma chance para esse Young Adult, pois a maneira que a Tammara Webber  usa para escrever essa historia me encantou e fiquei apaixonada pelo Lucas. Lançado aqui no Brasil pela editora Versus em 2013, a capa do livro é a mesma capa da versão americana. Não sei se foi falta de criatividade, mas eles mantiveram também o título original em inglês.

2 comentários:

  1. Você me convenceu a ler o livro, Kelly!!! Depois eu volto pra dizer o que achei!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que vc goste. Não deixe de me dizer.

      Excluir